A Criação da Vila

Category: História da Cidade Comments: Um comentário

são vicente

Jacareí fazia parte da Capitania de São Vicente, propriedade de Álvaro Pires de Castro e Souza, 6º. Marquês de Monsanto e 1º. Marquês de Cascais. No ano seguinte a sua fundação, em 21/11/1653, diante do Capitão-mor Bento Ferrão Castelo Branco, o Capitão Diogo de Fontes e outros moradores solicitaram a criação de uma vila em nome de Sua Majestade, pois já se encontravam em número suficiente para tal intuito e não estavam podendo, também, junto com suas mulheres e filhos, obter serviços religiosos (missa e batismo, principalmente) em Santa Anna das Cruzes de Boigi Mirim, pois, para chegar a tal Vila, que ficava muito distante, os moradores tinham que percorrer um caminho muito ruim, todo ele por morros muito altos e com uma qualidade de barro “como sabão, quando chove”. Era, pois, uma viagem muito arriscada. Na época, aqui se desenvolvia uma pequena produção agrícola, baseada no trabalho indígena, que abastecia as expedições que passavam. A vila tornar-se-ia, pois, um ponto de partida para novas viagens em busca de índios no sertão.

 

No dia seguinte, 22/11, vieram as autoridades ver o local.  Aqui, na casa de Diogo de Fontes, achando que a povoação seria capaz de crescer e aumentar a Real Coroa, o Capitão-mor autorizou o requerimento e a Vila foi intitulada Nossa Senhora da Conceição da Paraíba. O documento, atestado pelo Tabelião Público Judicial  Jorge de Souza Pereira, encontra-se no Arquivo Público do Estado de São Paulo.

 

Nos dias seguintes, foi levantado o pelourinho, símbolo da autoridade e da justiça, que nada mais era que um grosso madeiro, quadrado e lavrado, com quatro argolas de ferro aos lados e um cutelo no alto. Posteriormente ergueu-se também o prédio da cadeia. Foram, também, eleitos o Juiz Ordinário, os Vereadores e o Procurador da Câmara que prestaram juramento de obediência ao Donatário da Capitania e ao respectivo Alcaide-mor. Também foram declarados os limites da Vila: São Francisco das Chagas de Taubaté, Guacatuba, Santa Anna das Cruzes de Boigi Mirim e ao norte, somente o chamado sertão. A ata, documento oficial da criação da vila, foi lavrada em 24/11/1653.

Um comentário em A Criação da Vila

  • Fernando  disse:

    Transportei para este blog os comentários feitos no blog antigo de modo a preservar as mensagens e as novas informações a respeito do post.

    Letícia disse: 11/04/2014 às 7:04 – Eu acho bom isso para muitas pessoas saberem coisas da nossa cidade.

Deixe um comentário

Você pode utilizar os seguintes atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>