Século XVII – A Fundação

Category: História da Cidade Comments: Um comentário

Os historiadores, por tradição, relatam que nossa cidade foi fundada em 1652 por Antônio Afonso e seus filhos Francisco, Bartolomeu, Estevão e Antônio, o moço, que, saindo de São Paulo com suas famílias e agregados, passaram por Santa Anna das Cruzes de Boigi Mirim, pela Aldeia Freguesia da Escada e possivelmente de canoa chegaram à Jacareí, estabelecendo-se às margens do Rio Paraíba.

A família Afonso estava entre os pioneiros paulistas que semearam povoações entre Piratininga e as Minas Gerais. Dentre estas, destaque para a Vila de Mogi das Cruzes, a primeira voltada para o interior e célula mater de Jacareí. Fomos o terceiro núcleo fundado no Vale do Paraíba, depois de Taubaté e Guaratinguetá; no Estado de São Paulo, fomos o décimo terceiro.

Contudo, existem controvérsias. Na falta de documentos oficiais, passamos a aceitar esta versão como indiscutível, ainda mais após tantos séculos sem qualquer contestação.

Na verdade, após o descobrimento do Brasil, a nova terra foi dividida em capitanias, que eram doadas. Os donatários, no objetivo de tornar a terra produtiva e com isso gerar mais riquezas, estabeleceram o regime das sesmarias e passaram, também, a doar terras.

Antonio Afonso foi, possivelmente, apenas um sesmeiro, não havendo registro algum sobre sua atuação em nossa região, nem na lavoura e muito menos na vontade de criar uma povoação. Existem relatos que possuía outra sesmaria no litoral paulista e de que foi um dos primeiros povoadores da Ilha de Santa Catarina em 1666, o que demonstra que estava em busca constante por novas terras. Originalmente, aqui seria apenas um local de pouso para aqueles que adentravam o sertão. Deste modo, nossos primeiros moradores provavelmente ocupavam terras da família Afonso, sendo a Vila posteriormente fundada por um grupo deles. 

Atualmente, ao comemorarmos o aniversário de Jacareí, costumamos fazer referência a sua fundação, porém tal menção é equivocada, pois não sabemos precisar tal data. As festividades geralmente ocorrem em 08 de dezembro e 03 de abril, sendo que já se comemorou, inclusive, em 26 de setembro. A data de 08 de dezembro tem cunho religioso, consagrada a Nossa Senhora da Conceição, padroeira de Jacareí e o dia 03 de abril faz referência à elevação de Jacareí à categoria de cidade, ocorrida em 1849. Pelos fatos históricos, acredita-se que a data correta seria 22 ou 24 de novembro, quando se criou a Vila de Nossa Senhora da Conceição da Paraíba.

Ao largo desta história, alguns estudiosos também levantaram a hipótese de nossa cidade ter sido fundada pelo Padre Anchieta, ligando seu nome ao Largo do Avarehy (Rio do Padre) onde se localiza a mais velha igreja local, de meados do século XVIII. Anchieta teria passado pela região na tentativa de reunir os índios fugidos de Piratininga, induzindo-os ao trabalho na Aldeia do Rio Comprido, precursora de São José dos Campos. Posteriormente a Aldeia se transferiu para o conhecido Banhado da cidade vizinha, adotando o nome de Aldeia de São José, em possível homenagem ao padre. No Rio Comprido, mais tarde denominado Vila Velha, estaria localizada uma sesmaria concedida a Ângelo de Siqueira Afonso, que seria um parente de Antonio Afonso. Tais fatos, se confirmados, levariam por terra nossa história tradicional e retrocederia nossa fundação para anos anteriores a 1597, quando faleceu José de Anchieta.

Um comentário em Século XVII – A Fundação

  • AGNALDO DE SOUZA ALMEIDA  disse:

    Parabéns, por lembrar que Jacareí também já foi Mogi acho que isto deveria ser motivo de orgulho,para os antigos bairros e ou distritos que se emanciparam, e não simplesmente se esquecerem do sofrimento dos fundadores que desbravaram o sertão, fundando cidades novas e assim alcançando algum tipo de progresso para toda a região de Mogi e do Vale do Paraíba, acho que outras cidades deviam fazer o mesmo que muitos nem sabem de onde vieram.

Deixe um comentário

Você pode utilizar os seguintes atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>